top of page

Cafeína manipulada - BARATA E EFICAZ para queima de gordura

O metabolismo da gordura ou a "queima" da gordura é um dos processos mais complexos que ocorrem no corpo humano. A equação geral é basicamente - ter um consumo de calorias menor que o necessário para suprir suas demandas energéticas. Essa equação pode parecer simples, mas não é. Isso por que o corpo se adapta a quaisquer que seja a situação. O Metabolismo pode ser diminuído, apetite pode ser aumentado, hormônios podem ser alterados, o que pode levar o indivíduo a se sentir muito mal. Por isso nós incorporamos variáveis como nutrição, treinamento e cardio, para potencializar o processo de perda de gordura e quebrar o platô. Em adição, suplementos termogênicos podem ser muito uteis quando dieta, treinamento e cardio não estão funcionando como o esperado.


Gordura corporal é um local de armazenamento para triglicerídeos e curiosamente é um órgão que tem um papel fundamental na produção de hormônios. A gordura corporal é composta por quatro tipos de gorduras primárias. São elas: gordura visceral, gordura subcutânea, gordura marrom e gordura teimosa. A gordura visceral cerca os órgãos e em excesso é prejudicial a saúde. A gordura subcutânea é a gordura do corpo e é usualmente perdida durante uma dieta; ela é alvo da maioria dos queimadores de gordura. A gordura marrom é interessante por que é uma gordura metabolicamente ativa que pode estar envolvida em inúmeras implicações na saúde. A gordura marrom é primariamente encontrada em bebês e é reduzida com o passar dos anos. Por último temos a gordura teimosa, que é um achado bastante novo. A gordura teimosa pode ter propriedades similares a gordura marrom, no entanto, é encontrada dentro da gordura subcutânea. (Harms & Seale, 2013)


Existem muitos suplementos para a queima de gordura no mercado e é difícil decidir qual escolher. Antes de escolher, é importante entender que esses suplementos não trabalham da mesma forma. A imagem abaixo demonstra os diferentes mecanismos que os agentes de perda de gordura funcionam.




Cafeína e queima de gordura


Os suplementos que aumentam diretamente a taxa metabólica, normalmente são a espinha dorsal da maioria dos suplementos de perda de gordura. Isso pode incluir cafeína, efedrina e extrato de chá verde. Esses ingredientes causam uma ativação do sistema nervoso simpático, o qual libera um hormônio chamado epinefrina e o neurotransmissor norepinefrina (adrenalina). Uma vez liberado, eles irão atuar sobre os receptores beta encontrados no tecido adiposo que aumentam a libertação de ácidos graxos armazenados. Além disso, a cafeína, através da liberação de adrenalina, vai aumentar os batimentos cardíacos. A junção desses fatores irá provocar um aumento no metabolismo da queima de gordura. Além disso, esta resposta também vai ativar as hormônios da tireoide, que também ajudam a aumentar a taxa metabólica (Harpez et al., 2017).


Um estudo realizado por Davoodi et al. (2014) avaliou os efeitos da cafeína em uma dieta de restrição calórica. As mulheres que estavam com sobrepeso ou obesos (IMC> 25) foram divididos em dois grupos. Ambos os grupos seguiram uma dieta de restrição calórica. Um grupo recebeu 400 mg de cafeína, enquanto o outro grupo não recebeu nada. Os participantes aderiram uma dieta restrita em calorias por onze dias (1350kcal) seguido por uma dieta de escolha individual por três dias. O plano 11-3 foi repetido por três vezes. No geral, os dois grupos conseguiram perder uma quantidade significativa de perda de gordura. No entanto, o grupo que recebeu cafeína perdeu mais gordura e foi capaz de manter a perda durante um período de acompanhamento de 30 dias. Além disso, eles continuaram a perder peso, mesmo após o período de 42 dias ter terminado. A perda de gordura total também foi maior no grupo que suplementou cafeína.


Embora a perda de gordura durante o período de dieta seja importante, eu acho que você concordaria que ainda mais surpreendente é a capacidade de manter o peso perdido e até mesmo, perder mais gordura durante o período de "não-dieta". Isso porque, como sabemos, a maioria das pessoas recupera o peso perdido durante uma dieta muito rapidamente. Esses cientistas descobriram que a razão para isso foi que a cafeína suplementada, foi capaz de impedir o declínio no metabolismo normalmente visto após uma dieta de restrição calórica. Embora a cafeína seja um ótimo complemento para o aumento da taxa metabólica, o uso crônico pode causar uma adaptação metabólica, e logo não existem mais benefícios. Portanto, eu recomendaria ciclar cafeína para continuar a obter todos os seus benefícios. Eu recomendaria começar com 100-200mg/dia e aumentar a dose para 300-400mg/dia dividida em duas doses, com 4-6 semanas, seguidos por uma pausa de 2-6 semanas. Durante o período fora, pode-se complementar o plano alimentar com outros queimadores de gordura, como a ioimbina.

206 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page