top of page

Alimentos processados estão matando seus ganhos musculares ou prejudicando a sua saúde?

Hoje vamos falar sobre Alimentos Processados ​​e se eles estão matando seus ganhos ou prejudicando sua saúde. Hoje em dia, a palavra "Alimentos Processados" é muito jogada no meio fitness, assim como "refeições lixo" e "comer limpo". Antes de mais nada, é importante ressaltar que não tenho nenhuma parceria com a indústria de alimentos, que meu papel como cientista é divulgar o que ciência está dizendo sobre o assunto. Sem ódio pessoal, Nutrição não é religião. Vamos dar uma olhada no que a literatura científica tem a dizer sobre esse tópico. O que significa alimento processado? Processar comida significa utilizar uma série de processos mecânicos ou qímicos, para mudar ou preservar um alimento. De acordo com uma revisão de Floros et al, o processamento foi descrito como "uma ou mais de uma série de operações, incluindo:Lavagem, Moagem, Mistura, Arrefecimento, Armazenamento, Aquecimento, Congelamento, Filtragem, Fermentação, Extraindo, Extrusão, Fritar, Secagem, dentre outros". Vamos lembrar que estamos em 2017, não da pra viver como viviam os homens das cavernas rsrs! Sem a técnologia alimentar não teríamos esses mega mercados maneiríssimos cheio de novidades para diversificar e tornar mais divertido qualquer plano alimentar. Devemos temer alimentos processados? É claro que hoje em dia todos devemos temer algo e isso é influenciado erroneamente pelas mídias em massa. Uma pesquisa do consumidor, realizada pelo International Food Information Council (IFIC) mostra que 43% dos consumidores estão preocupados com alguns aspectos dos alimentos processados. Os muitos problemas atualmente em debate incluem os seguintes temas: ⦁ Qualidade nutricional ⦁ Se o alimento é fresco ⦁ Segurança ⦁ Origem (cultivado localmente em comparação com cultivados em outros lugares) ⦁ Saúde ⦁ Sustentabilidade ⦁ Aspectos éticos percebidos da produção Um dos principais problemas com o processamento de alimentos é que a técnica comercial de processamento de alimentos é mal compreendida pelo público em geral. As técnicas que são usadas para processar alimentos são de difícil entendimento para a população, fazendo com que as pessoas olhem as coisas no vácuo, por exemplo, pensando em preto e branco e gerando suspeitas e preocupações com a segurança . Isso é muito semelhante à aqueles que desconsideram pesquisas sem mesmo saber o quão difícil é o processo de realizar um estudo. No entanto, isso não quer dizer que haja algo de errado em tentar ser o mais saudável possível e colocar a segurança em primerio lugar na sua saúde. Mas há algo errado quando os dados científicos são ignorados. Uma revisão sistemática recente por Nicolia analisou a segurança das culturas geneticamente modificadas e eles não encontraram riscos significativos com alimentos geneticamente modificados (GM) em comparação com alimentos tradicionais. Essa literatura ainda é recente, mas as tendências se inclinam para a segurança e você deve considerar que a biotecnologia é necessária e salvadora, e isso realmente faz com que o mundo gire. Teríamos milhares de doenças e óbitos sem tecnologia alimentar, sem modificação genética para produzir o aprimoramento e uma ampla gama de alimentos. Basta pensar em quão conveniente é a proteína de soro de leite e como uma quantidade maciça de pessoas não pode digerir uma certa quantidade de proteína por dia ou pensar em vegetais crús, as pessoas precisam disso porque os seus tratos gastro intestinais simplesmente não podem digerir vegetais crus. Não existe nada na liteatura que aponte qualquer tipo de risco ou efeitos adversos com alimentos transgênicos VS alimentos não transgênicos.

Será que comer alimentos processados está ​​matando seus ganhos musculares?

100% DE CERTEZA QUE NÃO! Não prejudica EM NADA seus ganhos musculares. Se você segue uma abordagem nutricional flexível, ultilizando a regra 80/20, sendo sua dieta 80% de alimentos inteiros e minimamente processados, os outros 20% pode ser composto por seus alimentos favoritos e se forem processados, não existe problema algum com isso. Os alimentos processados ​​podem ajudá-lo a atender às suas necessidades nutricionais. Por exemplo, os shakes de proteína são úteis para atender às suas necessidades diárias. Se você está em uma off season, por exemplo, você simplesmente não pode comer 100% de alimentos "limpos". Só se você tiver um buraco negro no estomâgo. Ou como era no início da minha jornada "bate o arroz com frango no liquidificador e toma, mano" PQP! Ao invés de limitar completamente os alimentos processados ​​em um programa de nutrição, pode ser mais produtivo encorajar as melhores opções disponíveis no mercado, ou seja, aqueles que fornecem menos teor de gorduras e sódio, por exemplo, e mais nutrientes essenciais para complementar seu consumo calórico diário. Se nos tornarmos consumidores inteligentes e mantendo nossos objetivos em mente (tipo de corpo desejado, níveis de atividade, variações metabólicas e saúde em mente) certamente podemos ter uma dieta predominante em alimentos in natura e minimamente processados, mas com espaço para alguns alimentos processados. Este tópico controverso de alimentos processados ​​VS não processados ​​deve ser baseado nos objetivos do consumidor. Por exemplo, se alguém está tentando perder peso ou em pré contest para um show de fisiculturismo, seria uma escolha melhor alimentos inteiros e ricos em fibras ao invés de alimentos processados. Pois na hora da fome, nada melhor que o bom e velho volume alimentar. Além disso, eu particularmente não confio em todos os rótulos de todos os protudos. Ainda mais no Brasil, que a fiscalização é pífia. Se alguém estiver fazendo uma dieta hipercalórica ou é atleta de alto nível e segue um plano alimentar de muitas calorias, esses indivíduos provavelmente podem ter um consumo muito maior de alimentos processados ​​em seus programas de nutrição. É claro, que eles ainda precisam ter alimentos densos em nutrientes para ter uma performance adequada, mas obviamente, atlettas tem um orçamento calórico muito maior a disposição deles, em comparação a uma pessoa comum que busca melhorar a composição corporal. Vamos encerrar com uma citação do artigo de Weaver et al: "Concluímos que os alimentos processados ​​são nutricionalmente importantes para as dietas. Eles contribuem para a segurança alimentar (garantindo que haja comida suficiente) e segurança nutricional (garantindo que a qualidade dos alimentos atenda às necessidades de nutrientes humanos)".

90 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page