top of page

Alimentação saudável não é só sobre nutrientes





Você sabia que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a mera ausência de doença ou enfermidade? Ou seja, a saúde mental é uma parte integrante da saúde; na verdade, não há saúde sem saúde mental. E a nossa saúde mental é determinada por uma série de fatores socioeconômicos, biológicos e ambientais.


Dito isso, alimentar-se de forma saudável também é influenciado por inúmeros fatores capazes de afetar diretamente a qualidade de vida das pessoas, levando em conta fatores ambientais ( como sociedade, cultura, família, religião) e fatores internos psicológicos e comportamentais (como sentimentos e crenças).


Ou seja, ainda que a necessidade fisiológica por comida muitas vezes nos leve a comer, a maioria das decisões alimentares incluem nosso estado de humor (positivo ou negativo), distrações, estímulos sensoriais, e diversas influências psicológicas e sociais. Por isso, não é tão simples dizer para os pacientes: "Coma quando tiver fome e pare de comer quando estiver saciado". Apesar de saber distinguir essas sensações ser parte do processo.


Resumindo: mais importante que O QUE você come é PORQUE e COMO você come. Se você come uma salada triste porque gostaria de aproveitar um momento importante, isso com certeza é menos saudável do que comer um bolo em um dia especial. Se você, na maior parte do tempo, consome alimentos nutritivos, pensar em nutrir sua alma também é importante. Comida também é afeto, amor, saudade... e não tem nada de errado nisso!!


Todos os alimentos podem ter espaço em uma alimentação saudável, respeitadas as questões de quantidade e frequência. Essa visão e atuação mais ampla do nutricionista, visa promover autonomia alimentar, ajudando no cuidado e não no controle dos pacientes. Criar uma relação afetiva e saudável com o ato de comer, sem a sensação de julgamento e culpa, a abertura e a curiosidade ao longo da vivência alimentar é essencial para a saúde mental.


Aqui, defendemos o prazer em comer e um comer que respeite todos os fatores envolvidos no contexto alimentar de cada indivíduo

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page